Um guarda-roupa minimalista e versátil é essencial para quem busca um estilo de vida mais sustentável e menos consumista. O conceito também faz sentido para as viajantes, uma vez que as companhias aéreas internacionais limitam o peso de bagagem em até 23 quilos.

Se você, assim como eu, busca praticidade no dia-a-dia e para viajar, o guarda-roupa cápsula pode ser uma ótima alternativa.

O que é o armário cápsula?

O armário cápsula é um conceito que vem do minimalismo. Caroline Rector, autoridade deste movimento, defende o método para que tenhamos no guarda-roupa apenas as peças que realmente usamos.

A ideia está em reduzir a compra de roupas à somente uma vez por estação (se necessário), de forma a evitar aquelas compras frívolas ou por impulso. Dessa forma, é possível ter de fato um guarda-roupa mais pensado e sustentável. Abaixo, listei os cinco passos, de acordo com Caroline Rector, para montar um armário cápsula.

Você pode ler o blog post na íntegra ou pular para a parte que tiver maior interesse, clicando em um dos links do sumário abaixo:

5 passos para você montar o seu armário cápsula:

  1. Escolha 37 itens do seu armário;
  2. Use apenas esses 37 itens por três meses;
  3. Não vá às compras durante a temporada;
  4. Durante as duas últimas semanas da temporada, planeje e compre sua próxima estação;
  5. A quantidade que você compra para a próxima cápsula é com você, mas menos é mais.

1. Escolha 37 itens do seu armário

O primeiro passo para formar um armário cápsula é de fato tirar todas as peças de roupas do seu armário e reduzir à uma mini coleção de até 37 peças, incluindo blusas, calças, vestidos, casacos e sapatos.

Para Rector, a cápsula é composta pelos looks que vestimos no dia-a-dia, indo trabalhar ou em eventos sociais, não considerando roupas que vestimos confortavelmente em casa como pijamas ou acessórios como joias e bolsas.

Suas 37 peças não devem incluir: roupas de ginástica, joias, acessórios, bolsas, maiôs, pijamas, roupas relaxantes, roupas íntimas e os jeans que você usa quando pinta a sala de estar.

No caso de Rector, ela fez a seguinte divisão:

Por exemplo, eu sabia que queria 9 pares de sapatos, 9 calças e 15 blusas. Então, os 4 restantes foram suficientes para 2 vestidos e 2 jaquetas / casacos. Para mim, parece generoso, mas mínimo.

Para cada pessoa, essa quantidade pode variar de acordo com o estilo e budget. Particularmente, acredito que seja possível montar um guarda-roupa ainda mais minimalista.

2. Use apenas esses 37 itens por três meses

Com a cápsula definida, é hora de testar o guarda-roupa, vestindo apenas as peças que você se comprometeu no seu planejamento inicial, o que nos leva ao terceiro passo.

3. Não vá às compras durante a temporada

Um dos objetivos do armário cápsula é evitar frivolidades. Portanto, é preciso se segurar ao planejado e evitar as compras.

4. Durante as duas últimas semanas da estação, planeje e compre sua próxima cápsula

No final da estação, é hora de repensar o guarda-roupa e separar uma nova cápsula. Para a etapa do planejamento, Rector recomenda separar as peças de roupa em 4 categorias:

amor: peças amadas devem ser guardadas.
talvez: separadas (e caso não usadas nos próximos 3 meses, doadas ou vendidas).
não: peças que não são mais usadas devem ser trocadas, doadas ou vendidas.
sazonais: Rector sugere remover peças sazonais do closet até a próxima estação, quando poderão ser usadas. Podem ser guardadas em um espaço separado e só retomadas na próxima cápsula.

5. A quantidade que você compra para a próxima cápsula é com você, mas menos é mais

O conceito de armário cápsula é intencionalmente focado para o planejamento no que vestir, para facilitar escolhas e evitar compras por impulso. A ideia é comprar com qualidade, peças duráveis que possam compor looks do dia a dia com estilo e versatilidade, sempre adaptados à sua realidade.

Vem conhecer o meu bazar de roupas online. 💁‍♀️